EPS,
o que é?

Acerca do EPS

O poliestireno expandido ou EPS, é um plástico celular rígido, fabricado a partir da moldagem de grânulos pré-expandidos de poliestireno expansível que representa uma estrutura de célula fechada preenchida por ar.

Matéria-prima

Os pequenos grânulos transparentes de poliestireno espansível derivam do petróleo e por intermédio de um processo industrial é adicionado o pentano, um hidrocarboneto que actua como agente expansor.

Transformação

O processo de transformação da matéria-prima (poliestireno expansível) em produto acabado de poliestireno expandido ocorre fundamentalmente em três etapas:

1.ª Etapa – Pré-Expansão

Através de máquinas especiais denominadas pré-expansores a matéria-prima é aquecida com vapor de água que em contacto com o agente expansor (pentano) faz aumentar o seu volume em relação ao inicial, entre 20 a 50 vezes.

Deste processo resultam grânulos de EPS com estrutura de célula fechada que seguem para estabilização.

2.ª Etapa – Armazenamento intermédio e estabilização

Durante esta fase pós expansão, os grânulos de EPS ainda contêm pequenas quantidades de vapor condensado e gás pentano. À medida que o material vai arrefecendo, cria-se uma depressão dentro das células que vai ser preenchida pela entrada de ar por difusão, substituindo os outros componentes.

3.ª Etapa – Moldagem

A Moldagem é um processo pelo qual os grânulos de poliestireno são introduzidos num molde de grandes dimensões e são novamente sujeitos a acção do vapor de água, soldando uns com os outros (sinterização) para formar um bloco homogéneo de material expandido.

O poliestireno expandido sinterizado, EPS, geralmente tem uma massa volúmica entre 10 e 30 Kg/m3, e é normalmente composta por 98% de ar e apenas 2% de material estrutural de hidrocarboneto puro.

© 2017, Tecnovite - Indústria de Esferovite, Lda. Todos os direitos reservados
Compro o que é nosso
Desenvolvimento por Bizview - Sistemas e Comunicação