EPS na
construção

Abobadilhas \ Em lajes de cobertura

O sistema consiste na utilização de abobadilhas em EPS na estrutura da laje de esteira.

Na parte inferior, as abobadilhas podem ter uma aba para recobrir as vigas de betão, garantindo assim uma camada de isolamento contínua

Nos restantes aspectos, a laje é executada de maneira tradicional.

Pelo lado inferior, a laje deverá ser acabada por um revestimento caso o sótão seja visitável.

Campos de Utilização

Isolamento de coberturas em construção nova ou quando o telhado for recondicionado, em edifícios com uma laje de esteira com vigotas de betão pré-esforçado.

Características do EPS a utilizar

Consultar departamento técnico.

Vantagens do Sistema

  1. Isolamento térmico eficaz, permitindo o aproveitamento do sótão.
  2. Redução de custos:
    • Tempo de execução mais rápido
    • Redução de desperdícios de betão e quebras
    • Incorporação do isolamento térmico numa só operação
    • Redução de peso e aligeiramento de toda a estrutura do edifício

Princípios de Aplicação

As abobadilhas de EPS são colocadas nas vigotas de betão pré-esforçado que constituem a estrutura da laje.

Revestimento inferior

Para pavimentos ou coberturas para as quais não se pretendem características de resistência ao fogo, é possível aplicar revestimentos projectados com uma armação interna que evite o aparecimento de fissuras.

Recomendações Especiais

Aplicam-se as recomendações habituais para a construção de lajes com vigotas pré-esforçado. Salienta-se o cuidado a ter durante a deslocação dos operários sobre a laje antes da sua betonagem, bem como durante esta operação, no sentido de evitar aplicar cargas demasiado elevadas sobre as abobadilhas.

© 2017, Tecnovite - Indústria de Esferovite, Lda. Todos os direitos reservados
Compro o que é nosso
Desenvolvimento por Bizview - Sistemas e Comunicação